Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

flower smile on face

Sou o reflexo de todas as experiências que já passei e não sou perfeita, mas acredita que no fundo, tudo o que faço e digo vem sempre de coração! Bem vindo a esta "minha casa"...

flower smile on face

Sou o reflexo de todas as experiências que já passei e não sou perfeita, mas acredita que no fundo, tudo o que faço e digo vem sempre de coração! Bem vindo a esta "minha casa"...

Banho de chuva

IMG_20170216_114306_653.jpg


"Quem deseja ver o arco-iris, precisa de aprender a não temer e a gostar da chuva!"


 A chuva resolveu lavar a cidade e as nossas almas. 

Desce sem piedade arrastando desde a sujidade das ruas até á alegria de muitos que, encolhidos atravessam ruas e avenidas para os seus compromissos inadiáveis. 

Para uns a chuva é só irritação, para outros, transtornos, impaciência no trânsito, o mau humor, a intolerância no trato com o outro...mas mesmo com todos os transtornos que a chuva pode provocar, no fundo, eu até gosto da chuva...deixa-me feliz e até chega a despertar em mim lembranças especiais, lembranças da minha infância, da minha "verdadeira identidade", do meu jeito de ser e ver o mundo.

O som da chuva a bater na janela do meu quarto, despertou em mim lembranças distantes, do meu tempo de menina...
 
"Vejo-me" a correr livremente, de roupa colada ao corpo, a rir feliz, sem preocupações!
 
Lembro-me de ouvir a minha mãe zangada e a gritar  “sai da chuva” ou as ameaças do “vais ficar doente”, “vais ficar de castigo”!
 
Com o tempo dei-me conta de que a meninice permaneceria na alma, embora o corpo estivesse em constante mudança.
 
A chuva tem este efeito em mim, traz com ela uma enxurrada de boas lembranças daquela menina a descobrir o mundo e a " desabrochar" para a vida.
 
 Tempos de “ inverno”, mas de "primavera" na alma.

6 comentários

Comentar post